Símbolos do curso de Direito

Banner - SITE

Durante a abertura da II Semana de Iniciação científica foi compartilhada informações sobre 4 símbolos do curso de Direito.

Cada símbolo foi levado até o auditório pelos acadêmicos: Elizeu Oliveira, Thalia Souza e Francineide Oliveira , ao som de violino e oratória explicando a representação de cada objeto, conforme informações abaixo:

Símbolos do curso de Direito: Livro Vade Mecum, Estatueta Deusa Themis e Estatueta OAB.
Acadêmico do curso de Direito, Elizeu Oliveira.

1º Símbolo – Themis ou Têmis 

Na mitologia grega, Themis é representada por uma figura de mulher e traz em seu significado a personificação da justiça. Têmis é filha de Urano (o Céu) e de Gaia (a Terra). A deusa da justiça exibe uma espada e uma balança. Enquanto a balança expressa o bom senso e o equilíbrio no julgamento das causas, a espada reflete a força e a potência de suas decisões. Geralmente, Têmis é retratada com venda nos olhos, símbolo da advocacia que traduz a objetividade nas decisões e o tratamento igualitário às partes envolvidas em um processo. Quando a deusa da Justiça é retratada sem a venda, recebe outra carga de significados. A Themis de olhos abertos representa a necessidade de não perder nenhum detalhe para que seu julgamento ocorra de forma justa e ponderada. 

Acadêmica do curso de Direito, Thalia Souza.

2º Símbolo – Constituição 

Constituição Federal é o conjunto de leis fundamentais que organiza e rege o funcionamento de um país. É considerada a lei máxima e obrigatória entre todos os cidadãos de determinada nação, servindo como garantia dos seus direitos e deveres. 

A Constituição Federal Brasileira de 1988 é a atual legislação do país, criada por uma Assembleia Constituinte e promulgada oficialmente em 5 de outubro de 1988. 

Acadêmica do curso de Direito, Francineide Oliveira.

3º Simbolo – Toga  

Togas são vestes talares – “talar” vem do latim talus, que significa calcanhar -, vestimentas cujo comprimento vai até os calcanhares. É um traje que simboliza poder, dando especial representatividade a quem os usa. E no caso da vestimenta usada pelo Judiciário, a cor preta enfatiza essas características. 

A toga começou a ser usada na Roma Antiga – antes de Cristo – e é um dos símbolos da magistratura. “Quando um juiz adentra o recinto de um tribunal e todos se levantam, não estão se levantando para o indivíduo, mas para a toga que ele veste e para o papel que ele vai desempenhar”, sintetizou o professor norte-americano Joseph Campbell, no livro “O Poder do Mito”. 

4º Símbolo – OAB / Poder Judiciário / Poder Legislativo  

A Ordem dos Advogados do Brasil é a casa dos advogados em que defende os direitos e prerrogativas de seus membros, assim como, assegura os direitos da sociedade como um todo. O Poder Judiciário é o poder de aplicar as leis ao caso concreto, por isso, tem-se o brocardo “o juiz é a boca da Lei”. O Poder Legislativo, por seu turno, é o competente para legislar, através de estudos sociojurídicos, criar leis a fim de regulamentar condutas, imputar penas, assegurar direitos e estabelecer obrigações. 

Siga nossas redes sociais e acompanhe vídeos e fotos durante o evento: @iamesoficial

Jornalista Lidiane Cunha

Compartilhe nas redes

Fale conosco para mais informações:

(92) 2101-1600

Mais Notícias

Vale a pena estudar uma graduação?

Você tem vontade de estudar uma graduação, mas está com dúvidas se vale a pena ou não o investimento? Selecionamos 5 motivos para você não

Conheça o Instituto IAMES

O Instituto IAMES foi inaugurado em março de 2022 e está localizado no bairro nobre de Manaus: Adrianópolis.  Destacamos algumas informações para você conhecer um

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support